O universo feminino a descoberto...

18
Nov 09

Dou por mim a ver fotos do passado.

 Relembrar bons momentos faz sempre bem.

 Vejo sorrisos, abraços, olhares

Esqueço-me onde estou, e sorrio também

A verdade é que sou incrivelmente feliz.

Mesmo que no momento não esteja tudo a 100%, ver fotos faz-me lembrar disso.

Eu posso-me orgulhar da vida que tenho, dos meus amigos, dos nossos bons momentos…e do meu namorado que tanta influencia tem em criar um sorriso em mim.

Talvez se nos queixássemos menos, seria menos infelizes.

Nem que seja preciso recordar, mas eu serei sempre feliz.

___________________________________

Bárbara Ferreira

 


22
Out 09

Ao amigo que fiz na Universidade do Minho, curso de Ciência da Comunicação, José Luís, mais conhecido por Coruja:

 

Ontem disseram-me que hoje era o teu último dia em Portugal. Amanha, já serás, oficialmente, emigrante!

Confesso que fiquei um pouco triste de não me poder despedir de ti decentemente. Mas, afinal de contas, nós vamos voltar a ver-nos, e falar na net é a coisa mais normal do mundo. Sigo um pouco da tua vida pelo teu twitter e facebook…

Embora não deixe de ser estranho.

Estava à espera de uma despedida em que tu me olhavas com aquele olhar de quem vai ter saudades de me irritar quando eu estou de mau humor, e de me contares histórias das tuas aventuras. Eu sei que vais sentir falta disso.

Não é necessário a lágrima do canto do olho para saber, que lá no fundo, até vais com a minha cara ;)

Foram três anos de convivência diária.

Nem sempre estivéssemos às mil maravilhas, quando estávamos bem, estávamos mesmo bem. E divertíamo-nos muito em grupo. O último jantar foi exemplo disso.

Não me vou esquecer de me teres ajudado a voltar a andar de mota.

Não me esqueço de me teres dito que quando soubeste que eu tive o acidente, fica-te de tal modo impressionado que te custou voltar a conduzir naquela semana.

Partilhamos esse gostinho pela liberdade e pelo vento na cara.

De ti, o que mais detenho é o teu jeito entusiasmado com que vives, com que ages. És uma pessoa feliz e que transmite tão bem isso para os outros.

Nestes três anos crescemos, a e aprendemos a conviver um com o outro.

Sei que és um homem bom e desejo-te toda a sorte do mundo.

A felicidade é algo que crias constantemente, nem é necessário desejar-ta.

Em breve, vamo-nos voltar a encontrar, talvez eu até esteja de mau humor, e tu me irrites com aquele sorriso malandro e depois me mandes para um sítio que nós sabemos, quando já não me suportas mais.

Bem… vou ter saudades

Até breve meu amigo

Um beijo enorme desta sempre portuguesa e tua amiga

Bárbara Ferreira


22
Set 09

Queria deixar uma pergunta no ar.

Se os alunos do ensino básico ao secundário têm acesso a um portátil a custo zero ou, pelo menos, a custo reduzido, porque é que um estudante universitário não tem?

Sabe-se perfeitamente que é possível ser-se universitário sem ter capacidades financeiras para tal, para isso existem as bolsas de acção social.

Mas, essas bolsas não pagam portáteis! E os computadores a que se tem acesso na universidade, nunca é nosso, nunca é a mesma coisa.

É verdade que nos dias que correm eu sou um caso raro que me licenciei sem a ajuda desse tal aparelho. Mas tinha a vantagem de ter residência fixa na mesma cidade onde estudei, e de já ter previamente um bom computador em casa.

Confesso que ‘sofri’ (se é que é uma boa expressão) por não ter tido uma dessas coisas.

Bem…sinceramente…põe-se muitas sementes na terra e não se aduba as plantas que já crescem.

Enfim… Senhor Primeiro Ministro Engenheiro José Sócrates: eu até nem o odeio, mas também já merecia um Magalhães xpto só para mim.

______________________________________

Bárbara Ferreira

elasequesabem às 20:14
elas sentem-se: algo preocupada

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Frase do dia
"A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova." Léon Tolstoi
mais sobre Elas
pesquisar
 
blogs SAPO