O universo feminino a descoberto...

23
Set 09

“Chocolate pode ser um vício

Mais de metade dos consumidores de chocolate fazem-no de forma compulsiva. Há mesmo quem considere este alimento uma droga, uma dependência ou um vício. Existem relatos de pessoas que consomem chocolate em pó, às colheradas, ou que devoram tabletes inteiras, não descansando até comerem o último pedacinho.”

RTP1 2009-07-14 09:10:23

 

Ver mais aqui

 

Pois bem…sou mesmo assim!

Tomei a decisão de expor aqui o meu caso, pois considero estar a passar um pouco os meus limites.

Sinto-me dependente!

Não há um dia que não coma chocolate, e como-o de forma exagerada.

Consigo passar dias sem comer vários alimentos. Até sou bem capaz de fazer dietas muito eficazes, tirando do facto de não conseguir de deixar de comer chocolate.

Normalmente tomo o meu leitinho matinal com chocolate. Mas ao fim do almoço, por mais ou menos que coma, tenho de comer pelo menos um quadradinho de chocolate. O mal é ficar por ai, pelo simples quadrado! À noite lá se repete o ritual, e ao deitar fico muitas vezes a pensar em chocolate e acabo por me levantar para ir comer alguma coisa que tenha chocolate. Quando não tenho em barra, vou ao pó, ou mesmo aos cereais de chocolate.

Até parece que não tenho mesmo mais nada em que pensar. Mas tenho! É incontrolável!

Gostava de me conseguir controlar. Confesso que fico mesmo chateada se não comer quando tenho vontade.

Os dias raros em que não como chocolate são aqueles em que estou mesmo muito distraída com alguma coisa.

Mas além de um vício, é um enorme prazer, uma fonte de energia e, ao mesmo tempo, uma fonte de relaxamento!

Até porque eu não gosto de café, e não tenho qualquer outro vício.

<p align="left" style="text-align: left; line-height: normal;" cla
elasequesabem às 11:02
elas sentem-se: chocólatra

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Frase do dia
"A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova." Léon Tolstoi
mais sobre Elas
pesquisar
 
blogs SAPO