O universo feminino a descoberto...

01
Fev 09

“2009 chegou e o segmento infanto-juvenil promete novidades.

O encerramento de algumas publicações e o aparecimento de mais edições online pautaram as tendências mais recentes.

(…)crise no sector dos media continua a fazer-se sentir.

Depois da revista Ragazza, do grupo Hachette Filipacchi, ter saído de circulação, as primeiras baixas do novo ano já se fizeram sentir: as revistas Disney Princesas, Barbie e Witch, da Impresa Publishing, terminaram tendo os seus últimos números saído em banca em Dezembro.

A causa que levou ao encerramento das publicações prende-se, segundo fonte oficial da empresa, com uma reestruturação do segmento e a possibilidade desta vir a criar uma nova publicação.

"A Impresa Publishing decidiu repensar o seu portfolio de revistas infantis. Este é um segmento que tem sofrido várias alterações, acompanhando as novas escolhas de lazer das crianças que têm hoje uma oferta muito mais variada de conteúdos. Decidimos por isso reforçar a aposta na Visão Júnior, revista de referência no segmento juvenil, ao desenvolvermos cada vez mais a sua componente multimédia. Além disso, estamos a avaliar o lançamento em 2009 de um novo projecto na área infanto-juvenil, do qual é ainda extemporâneo falar", justifica a mesma fonte.

O director comercial da Super Pop, João Paulo Fonseca, salienta que 2008 "foi um verdadeiro ano de crise", com menos vendas em banca, menos publicidade, muitas campanhas adiadas e outras canceladas.

"A crise psicológica e financeira tomou conta de todo o mundo, portanto, nada ficou imune.

Estamos diante de um novo tempo e existe a necessidade de abrir a porta a uma nova forma de ser e estar", analisa o responsável.

Passará o futuro exclusivamente pela internet?

Adivinha-se uma nova postura que, segundo adiantam os responsáveis das publicações, passará por uma aposta mais séria na internet e nas suas oportunidades.”

Este é um excerto que saiu no Meios & Publicidade, e que, sem dúvida, me chamou à atenção.

A comunicação em Portugal também sofre as consequências da suposta crise.

Como finalista do curso de ciências da comunicação prefiro acreditar que a comunicação é mais um meio para ultrapassar a crise do que um meio que se deixa ir com ela.

Os medos acumulam-se e a insegurança do que vai acontecer daqui a 6 meses é muita.

Este é mais um sinal de que não há certezas no mundo profissional português. Mas de uma coisa eu estou certa, esta nova geração de ‘comunicadores’ vai dar que falar, se vai…

Fonte: http://www.meiosepublicidade.pt/dossier.php?action=artigo&artigo=90634&dossier=90632

 

_______________________________________________________

Bárbara Ferreira

 

elasequesabem às 16:01
elas sentem-se:

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
17
19
20
21

22
24
25
28


Frase do dia
"A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova." Léon Tolstoi
mais sobre Elas
pesquisar
 
blogs SAPO