O universo feminino a descoberto...

22
Jan 09

As expectativas dos empresários é que determinam as suas escolhas do volume de produção e do emprego.

 

Logo, bastam más expectativas para arruinar a economia.

 

Calculo que este último ponto seja já um dado adquirido do conhecimento geral do motor económico.

 

Ora, os media não falam de outra coisa: crise, crise e mais crise.

 

Na minha opinião, como é a de muitas pessoas com quem interajo, este alarmismo exagerado é que vai/está mesmo a provocar uma crise.

 

O medo que se cria, muda as expectativas dos empresários que tem cada vez mais medo em investir, e reduzem produção e os salários, porque os próprios consumidores tem medo de comprar e ficar sem recursos para amanhã.

 

 

Se calhar, se os media falassem antes em estabilidade económica, a coisa talvez melhorasse e muito.

 

Corrijam-me se estiver errada…

 

São apenas sugestões de quem anda a marrar economia e acredita na comunicação como forma de existência na sociedade.

__________________________________________

Bárbara Ferreira


 


 

elasequesabem às 17:33
elas sentem-se:

comentários:
Tens razão, mas as coisas não são assim tão lineares.

Era tudo optimo se os empresários se enchessem de confiança e investissem no seu negócio como se nunca se tivesse ouvido falar em crise, mas o real problema não é "o que se diz", só a bolsa é tão simples assim...

O tão falado problema de confiança parte mesmo daqueles que pregam o contrário, que dizem que há necessidade de investimento, os bancos.
Em tempos em que escoar os stocks, e principalmente receber o devido pagamento pelos mesmos, se torna cada vez mais dificil, os bancos simplesmente não estão dispostos a arriscar emprestando dinheiro a empresas com alto activo em dividas de clientes (a maioria), que infelizmente têm grandes probabilidades de nunca serem liquidadas.

Como podem as empresas cumprir as suas responsabilidades se, alem dos clientes nao pagarem no tempo devido (e devo acrescentar, com cada vez mais exigências quanto a formas de pagamento), nem os bancos emprestarem dinheiro para suprir as suas necessidades correntes?

O estado da economia não se deve só a especulação, mas principalmente pela falta de liquidez, que é bem real. E de quem é a culpa? De toda a gente e de ninguem...

Os bancos, através de fundos, fomentaram o investimento em produtos financeiros que simplesmente não tinham pernas para andar (esses sim, cresciam a reboque da especulação, e como tudo que não é basiado em lucros mas no aumento do investimento em si próprio, desmoronaram). O governo é pior que uma criança, não lhe podem falar no novo actionman que tem lgo de o ter, independentemente de ficar individado pelos anos vindouros. Mas penso que temos outra classe com culpa pela situação actual, os empresários.
É demasiado longa a lista de empresários que vêm minando o sistema financeiro portugues desde há muito tempo, sim, porque já se fala em crise há mais de uma década. Têm demasiada "flexibilidade" na forma como lidam com a fiscalidade, e por deficiencia desta, qualquer tramoia passa impune, mais regulamentação precisa-se. Mas o principal problema, do meu ponto de vista, nem é a corrupção, é a incompetencia e a ignorancia do patronato(continuo a falar de alguns!). Grande parte das pequenas e médias empresas são "geridas" por pessoas que fizeram a 4ª classe e não mais qualquer tipo de formação, porque há umas décadas atrás qualquer aposta rendia o suficiente para fazer nascer uma empresa. A diferença é que, aqueles empréstimos para o carrão novo, casa nova, etc, concedidos pelos bancos, outrora relativamente faceis de ir pagando, agora amontoam-se em prestações por cumprir, levando as empresas à falencia (e não o "gestor", por mais engraçado que pareça), empresas essas de quem o operário comum depende.

(atençao não estou a falar dos patroes da minha familia nem das vossas!! :P
Quero apenas dizer que à sempre excepções, haverão várias com certeza)
Anónimo a 22 de Janeiro de 2009 às 21:34

tinha-me eskecido de assinar...
arm3nio a 22 de Janeiro de 2009 às 21:35

saudades!
MIG:) a 22 de Janeiro de 2009 às 22:56

Cá estou eu a intrometer-me mais uma vez na caixa de comentários. :P

Para não te maçar muito com uma composição minha, vê o link que deixo. A crise...

http://pedroroloduarte.blogs.sapo.pt/79300.html
Tiago Gonçalves a 23 de Janeiro de 2009 às 19:06

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
16
17

23
24

26
27
31


Frase do dia
"A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova." Léon Tolstoi
mais sobre Elas
pesquisar
 
blogs SAPO